03/10/2010

O que acontece se o trabalhador se recusar a usar EPIs?

Lembramos que o papel do profissional de segurança é de orientar o trabalhador e, se possível, evitar puní-lo. O trabalhador deve ser orientado a usar EPIs, se for intransigente deve ser advertido. Caso se recuse continuamente a usar EPIs pode ser demitido por justa causa. Cabe lembrar também que o EPI deve estar em boas condições de uso, possuir o certificado de aprovação do Ministério do Trabalho e ser adequado a situação para o qual é destinado.